terça-feira, 7 de julho de 2015

SENDAS




Percorro as veredas
Do coração...
Vejo sorrisos,
Alegria,
Doces momentos,
manhãs de luz...

Vejo também
Pedras,
Ladeiras íngremes,
Áridos paredões...
Superados
E 
Vencidos!

Nessas trilhas,
Em momentos
Ainda que difíceis,
Ainda que entre
Pedras,
Ladeiras íngremes,
Áridos paredões,
Houve
Brilho de olhar,
Suaves sussurros,
E doçura
De sorrisos
Redivivos,
Em noites
De lua cheia...


-*-




Nenhum comentário:

Postar um comentário